Dois de abril é o Dia Internacional do Livro Infantil e, por isso, a coluna Voos Literários volta a abordar a literatura feita para crianças, que pode e deve ser incentivada durante a quarentena em razão do coronavírus. A mudança de rotina promovida pelo isolamento social trouxe impactos para todos, inclundo os pequenos. Ansiedade e nervosismo infantis são relatos comuns devido à pandemia. A forma com que os adultos explicam a atual situação pode auxiliar a tornar esse momento de recolhimento menos estressante para a criançada. Selecionei três livros infantis para tratar não só sobre o coronavírus mas sobre outros assuntos que podem ser colocados no debate familiar: incentivar a solidariedade mostrando as diferenças sociais no Brasil e explicar os aspectos políticos por trás de tantos panelaços. 

CORONAVÍRUS

A psicóloga argentina Guadalupe Del Canto lançou um livro infantil ilustrado gratuito com o objetivo de ajudar os pais a explicarem a pandemia para as crianças. O Escudo protetor contra o rei vírus tem versão original em espanhol. A obra já foi traduzida para português, inglês, alemão e sueco. Aqui tem a obra na língua portuguesa e também um vídeo com a narração do livro feita por uma contadora de histórias. O enredo explica a doença e como se prevenir dela, utilizando uma linguagem acessível e adequada para as crianças, ressaltando os cuidados preventivos para evitar a disseminação do Covid-19.

DIFERENÇAS SOCIAIS

A mobilização para ajudar pessoas com dificuldades financeiras, periféricas ou em situação de rua durante a quarentena pode chamar a atenção dos pequenos e trazer questionamentos que muitas vezes são difíceis de serem esclarecidos. O livro O que são classes sociais? aborda temas como desigualdade, riqueza, pobreza e injustiça social. A obra da editora Boitempo faz parte de uma coleção chamada Livros para o Amanhã, que também conta com os títulos A democracia pode ser assim, A ditadura é assim e As mulheres e os homens.

POLÍTICA

A pandemia do coronavírus chegou ao Brasil em um momento de polarização política e críticas ao presidente Jair Bolsonaro. Os panelaços na quarentena têm contado com a participação de crianças. Há diversos vídeos postados nas redes sociais mostrando a empolgação infantil com a barulheira. Então, que tal ensinar os motivos que levam aos ruidosos protestos nas janelas e ainda aproveitar para debater a respeito do processo político na democracia, aproveitando que esse é um ano eleitoral? Para ajudar nessa conversa, o livro Eleição dos Bichos, da Companhia das Letrinhas, é muito útil, sem deixar de lado o aspecto lúdico de uma boa obra de literatura infantil. Na história, o reinado do Leão é questionado pelos demais animais, insatisfeitos pelo fato dele ter desviado a água do rio para fazer uma piscina particular. Assim, começa uma campanha eleitoral entre a bicharada, com direito a candidatos, propostas políticas, debate e votação. Um glossário no final do livro facilita as explicações para os pequenos. O PDF do livro é disponibilizado gratuitamente.

LEITURAS E BRINCADEIRAS

Além das sugestões apresentadas, sugiro aproveitar o tempo de confinamento para estreitar os laços em família. Além da leitura de livros que já tenham em casa, os adultos podem aproveitar para propor brincadeiras e jogos educativos. Ficar em casa no atual momento é um ato de cidadania e de amor ao próximo.

Se puder, fica em casa! 

Imagem: capa do livro O Escudo protetor contra o rei vírus/ Divulgação

 

Flávia Cunha
Author

Flávia Cunha é jornalista há mais de 20 anos e mestre em Literatura Comparada pela UFRGS. Desde 2015, atua somente na área cultural, em projetos literários e musicais. Sua paixão pelas duas áreas virou oficialmente uma empresa em 2018. Para saber mais: www.flaviacunha.com.br

Comentários no Facebook