Protestos previstos para o 7 de setembro, Carluxo preocupado e a alta da conta de luz – e do gás, e da gasolina, e da comida e de tudo.

.

CLIQUE AQUI E APOIE O VÓS

.

Estamos nos aproximando do 7 de setembro e começam a surgir alguns questionamentos sobre as mobilizações previstas para apoiar o presidente Jair Bolsonaro no Dia da Independência do Brasil. Será que os protestos serão volumosos ou estamos dando palco pra maluco? Será que serão antidemocráticos, como prometem, ou veremos uma espécie de reedição de 2016, com mobilizações festivas? Será que Bolsonaro ainda tem o apoio que tinha? A realidade indica que não, que ele não tem o mesmo apoio.

.

Além do governo desastroso, as denúncias e evidências de corrupção começam a se empilhar sobre a família Bolsonaro

.

O corrupto alvo da vez é Carlos Bolsonaro, nosso querido Carluxo. Isso porque o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro determinou a quebra dos sigilos bancário e fiscal do vereador. Por que? Por conta de um suposto esquema de pagamento de funcionários “fantasmas” e a famosa rachadinha.

.

Enquanto isso, o brasileiro se afunda na miséria

.

Agora é a vez da conta de luz ficar mais cara. E não é só a conta de luz. Tudo fica mais caro o tempo todo. É como se eu finalmente entendesse a matemática da progressão geométrica crescente.

De tudo isso, temos uma certeza, ao menos: Jair Bolsonaro não é nenhum Super-Homem, como deu a entender em Minas Gerais, quando disse que a cadeira da presidência era igual Kriptonita. E que bom, porque Bolsonaro voando e com poderes é algo que destruiria o Brasil. Pera…

Participam os jornalistas Geórgia Santos, Flávia Cunha, Igor Natusch e Tércio Saccol. Você também pode ouvir o episódio no SpotifyItunes e Castbox

Foto original: Alan Santos/PR

Author

Jornalista, radialista, cientista política e uma viajante inveterada. Tem uma relação de amor com a comida. Gringa, não recusa um vinho e uma polenta. Fez da viagem um objetivo de vida. Lisboa é um dos seus lugares preferidos no mundo, embora as melhores histórias estejam na Itália.

Comentários no Facebook