O Brasil está em um momento bastante delicado. Já passamos do 90 mil mortos em função do novo coronavírus, mas o presidente Jair Bolsonaro, que há algumas semanas testou positivo, parece não se preocupar, afinal, está em viagem pelo Brasil, provocando aglomerações, cumprimentando as pessoas e, é claro, removendo a máscara.

.
Foi o que ele fez no Piauí, por exemplo, descumprindo TODOS os protocolos de segurança
.

Bem, Ele pode não estar preocupado com a pandemia, mas há uma movimentação de bastidores que deve estar tirando o sono de Jair Bolsonaro. O racha do BLOCÃO. O Blocão da Câmara é um grupo de partidos formado, basicamente, por grande parte do Centrão e por deputados da base aliada do governo. Já o Centrão é o grupo informal de partidos que costumam buscar proximidade com o governo em troca de vantagens, sem muita solidez ideológica. O que acontece agora é que partidos que fazem parte do centrão como MDB, DEM, PTB e PROS estão desembarcando do blocão e isso pode ser um pepino enorme para o governo.

.
Mas isso levanta uma questão maior. É possível governar sem o Centrão?
.

Ah, não podemos deixar de falar, ainda, na nova nota de 200 reais. Que estampará o Lobo-Guará, embora o lugar de honra seja, nos nossos corações, da querida ema.

Participam Geórgia Santos, Flávia Cunha, Igor Natusch e Tércio Saccol. Você também pode ouvir o episódio no SpotifyItunes e Castbox

Geórgia Santos
Author

Jornalista, radialista, cientista política e uma viajante inveterada. Tem uma relação de amor com a comida. Gringa, não recusa um vinho e uma polenta. Fez da viagem um objetivo de vida. Lisboa é um dos seus lugares preferidos no mundo, embora as melhores histórias estejam na Itália.

Comentários no Facebook