Você, ouvinte assíduo do Bendita Sois Vós, já sabe do quê e de quem estamos falando. Mas aposto que você que está chegando ao Bendita pela primeira vez também tem uma ideia do que se trata: a entrevista de Jair Bolsonaro (PL) ao Jornal Nacional, da Rede Globo.

O telejornal mais importante da TV brasileira começou uma série de entrevistas com os candidatos à presidência e a estreia foi com o incumbente. O principal adversário, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), será entrevistado na quinta-feira. E a estreia começou como se esperava.

.

Durante os 40 minutos em que William Bonner e Renata Vasconcelos entrevistaram Bolsonaro, ele mentiu consistentemente

.

Os jornalistas colocaram o dedo na ferida em diversas questões como eventual golpe, compromisso com eleições, corrupção e ainda a péssima atuação de Bolsonaro durante a pandemia. Ele mentiu, tergiversou, mas não se comprometeu a respeitar o resultado das eleições e disse que não teve nada de errado com o comportamento dele, que é politicamente incorreto.

Bonner e Renata contestaram algumas das mentiras, o que foi bastante importante, especialmente depois do fiasco do Kit Gay em 2018. Para uma parte do público, os jornalistas foram adequados, para outra parte, eles falharam.

Há quem pense que Bolsonaro saiu enfraquecido, há quem pense que saiu fortalecido. Nas redes sociais, sentiu-se falta de abordar temas como a fome e o orçamento secreto, além de Queiroz e dos cheques de Michelle. Por outro lado, foi possível perceber que muita gente  não sabia que Bolsonaro tinha imitado pessoas com falta de ar durante o auge da pandemia de Covid-19.

A única certeza é que, goste ou não, o Jornal Nacional continua influente. Enquanto a entrevista de Bolsonaro no Flow Podcast, por exemplo, teve 600mil visualizações ao vivo, o JN foi assistido por mais de 6 milhões de pessoas somente em São Paulo. A boa e velha TV ainda tem poder.

A apresentação é de Geórgia Santos. Participam Flávia Cunha, Igor Natusch e Tércio Saccol. Você também pode ouvir o episódio no Spotify, Itunes e Castbox.

 

Author

Jornalista, radialista, cientista política e uma viajante inveterada. Tem uma relação de amor com a comida. Gringa, não recusa um vinho e uma polenta. Fez da viagem um objetivo de vida. Lisboa é um dos seus lugares preferidos no mundo, embora as melhores histórias estejam na Itália.