Não basta ser contra o racismo, é preciso ser antirracista. Por isso, no mês da Consciência Negra, discutimos as estruturas do racismo no Brasil.

O nosso país foi construído às custas de vidas negras. Apesar disso, há quem insista em perpetuar discriminação. Na semana passada, no Dia da Consciência Negra, em 20 de novembro,  um professor foi agredido. Juarez Xavier foi chamado de macaco e golpeado duas vezes com um estilete por um desconhecido. No dia anterior, Coronel Tadeu, deputado federal pelo PSL, vandalizou uma exposição contra o racismo. No quadro que ele quebrou, uma charge de Latuff  que denunciava os assassinatos de jovens negros cometidas pela polícia. Na mesma semana, o jogador Taison foi punido com um jogo de suspensão por REAGIR ao racismo na Ucrânia.

E esses são apenas alguns exemplos do que acontece diariamente no Brasil e no mundo. Por isso, os jornalistas Geórgia Santos, Flávia Cunha e Tércio Saccol recebem Marcelo Carvalho, do Observatório da Discriminação Racial no Futebol, para falar sobre racismo dentro e fora das quatro linhas. 

No quadro Palavra da Salvação, pesquisadoras e autoras negras como Sueli Carneiro, Carolina Maria de Jesus e Chimamanda Ngozi Adichie. 

Você também pode ouvir o episódio no SpotifyItunes e Castbox.

 

Geórgia Santos
Author

Jornalista, radialista, cientista política e uma viajante inveterada. Tem uma relação de amor com a comida. Gringa, não recusa um vinho e uma polenta. Fez da viagem um objetivo de vida. Lisboa é um dos seus lugares preferidos no mundo, embora as melhores histórias estejam na Itália.

Comentários no Facebook