Nesta semana, o assunto não poderia ser outro a não ser o assassinato de Marielle Franco e Anderson Gomes, ocorrido há um ano. Na noite de 14 de março de 2018, a ativista e vereadora pelo PSOL foi morta a tiros no Rio de Janeiro. Marielle nasceu e foi criada na favela da Maré. Tinha 38 anos de idade, atuava há mais de dez anos na defesa dos direitos humanos, das mulheres e jovens negros, de moradores de favelas e pelo direito de pessoas LGBT. Marielle também era combativa na denúncia de execuções extrajudiciais e outras violações cometidas por policiais e milicianos. Nesta semana, um ano depois de sua morte, algumas respostas.

Na terça-feira, dia 12, a polícia civil do Rio de Janeiro prendeu dois suspeitos de participarem do assassinato da vereadora. O policial militar reformado Ronnie Lessa e o ex-policial militar Élcio Vieira de Queiroz. Ambos negam participação no crime. Mas segundo a denúncia, Lessa teria disparado os tiros e Queiroz dirigido o carro que interceptou Marielle. É um avanço, mas, como disse o delegado Giniton Lages, da Delegacia de Homicídios, nada está encerrado.

.

Por isso, a nossa pergunta é: quem mandou matar Marielle?

.

Mas o Bendita Sois Vós desta semana será diferente, não vamos nos propor a responder à pergunta como é de praxe. Acreditamos, ainda, na seriedade da investigação e que cabe às autoridades essa reposta. Verdade que as prisões trouxeram à baila uma série de informações gravíssimas que mostram uma proximidade suspeita com uma série de pessoas importantes no contexto da política nacional. Mas nesta semana nós não vamos discutir ou debater ou conjecturar. Vamos ouvir. Vamos ouvir a irmã de Marielle, Anielle Franco.

.

“Cada um na família perdeu a marielle de uma forma diferente”

.

Em um depoimento bastante objetivo, Anielle fala de como recebeu a notícia da prisão, da falta que sente da irmã, da dificuldade em lidar com mentiras e agressividade e do projeto do Instituto Marielle Franco. Mas principalmente, ela mostra um pouco da essência daquela que, segundo ela, era o ponto de equilíbrio da família.

No Sobre Nós, Raquel Grabauska e Vida Schabbach trazem O Método, de Julio Cesar Monteiro Martins,  um texto realístico sobre o período da Ditadura Militar que faz parte da antologia de contos chamada Histórias de um Novo Tempo.

Geórgia Santos
Author

Jornalista, radialista, cientista política e uma viajante inveterada. Tem uma relação de amor com a comida. Gringa, não recusa um vinho e uma polenta. Fez da viagem um objetivo de vida. Lisboa é um dos seus lugares preferidos no mundo, embora as melhores histórias estejam na Itália.

Comentários no Facebook