Dar o primeiro passo para uma vida mais sustentável pode ser mais simples do que parece. Não envolve nada mirabolante e ainda pode tornar a vida mais leve e fácil. Aproveitando a onda das resoluções de Ano Novo, que tal incluir uma vida mais verde como uma meta para 2018? Mas não vou mencionar coisas como diminuir o consumo de energia elétrica, não desperdiçar água ou separar o lixo. Isso é o básico, né?

.

Vamos começar com apenas três passos, mas ousados

.

1. Alimentação saudável

Aposto que a maioria das pessoas colocou na lista das resoluções algo sobre emagrecer, comer melhor, ser mais saudável. Pois saiba que uma alimentação saudável está totalmente associada a um estilo de vida sustentável. Optar por alimentos naturais no lugar de ultraprocessados faz bem à saúde e ao meio ambiente, porque produz menos lixo, deixa menos pegadas e faz parte do ciclo da terra. Se deixar a carne de lado, melhor ainda;

.

2. Reduza os químicos

A gente coloca uma quantidade absurda de químicos nosso corpo e despeja essa mesma quantidade de volta ao meio ambiente. Substituir cosméticos e produtos de limpeza que são cheios de derivados do petróleo por alternativas naturais é uma boa maneira de começar a levar uma vida mais verde. Xampu, condicionador, desodorante e até sabão para lavar roupa e louça. De grão em grão, a gente empanturra a galinha. Sem contar que dá pra fazer grande parte deles em casa e economizar uma grana bem legal;

.

3. Abandonar o plástico

O plástico é um dos grandes vilões do nosso planeta, causando um impacto enorme em diversos ecossistemas. E evitar o consumo é bastante simples. Leve uma caneca ao trabalho e abandone o copinho; tenha sempre uma sacola de pano na bolsa; leve potes ou saquinhos de pano na hora de comprar a granel. Já é um começo, né?

E aí, achou difícil? Não é, com um passo de cada vez já podemos provocar mudanças importantes na nossa vida e das outras pessoas.

Geórgia Santos
Author

Jornalista, radialista, cientista política e uma viajante inveterada. Tem uma relação de amor com a comida. Gringa, não recusa um vinho e uma polenta. Fez da viagem um objetivo de vida. Lisboa é um dos seus lugares preferidos no mundo, embora as melhores histórias estejam na Itália.

Comentários no Facebook