Orgânicos, geralmente, são caros. Mas remédios são mais. Fiz a conta e preferi gastar menos e aderir a um estilo de vida mais natural.

Houve um tempo em que achava muito divertido me atirar nas porcarias. Quando fiquei grávida, mudei radicalmente. E gostei. Desde então, passei a observar mais o que como e o que uso.  Por isso, fiz uma lista das coisas legais, entre alimentos e cosméticos, que achei por aí:

Feira Ecológica do Menino Deus – ocorre todas as quartas à tarde e sábados de manhã no pátio da Secretaria Estadual de Agricultura. Além de comprar coisas bem boas, tem um montão de árvores pra criançada brincar. E sempre se encontra um amigo pra conversar.

Marmita do Bem, da Liege Milk minha melhor surpresa de 2018 nesse assunto! Comidinhas congeladas. Tudo orgânico, sem soja. Falando com ela, ainda consegui sem glúten e com muito sabor.

Artemísia Feitios Caseiros – A Naieth tem dois filhos e inventou até um repelente incrível. Faz produtos naturais com maestria.

Raiz Nômade – a Tainá é aromaterapeuta. Trabalha com óleos corporais aromaterápicos que, além de hidratar a pele, são terapêuticos: relaxam ou revitalizam, afrodisíacos, tratam dores musculares.

Tribo viva – Cesta de orgânicos – opção para quem não consegue ir nas feiras e não quer gastar um rim no super. Em parceria com a Tribo Viva, o Espaço Cuidado Que Mancha virou um ponto de entrega de cestas de orgânicos no Menino Deus. É só encomendar na quarta pelo site (fácil e rápido, até eu que odeio essas coisas consegui!). Tem também em vários outros pontos da cidade,

O Espontâneo Bar e comida orgânica – dirigido pelo Marcos, pai da Maia. Um lugar onde se encontra comida e petiscos, vinho e cerveja orgânicos-  100% produção local, artesanal e orgânica. Excelente programa para ir com a família e amigos.

Dá pra gente se cuidar, se divertir e viver bem. Ainda bem que tem gente pensando em tudo isso!

Raquel Grabauska
Author

Ela respira teatro. Atriz, diretora, produtora. Coordena o grupo Cuidado Que Mancha e o Espaço Cuidado Que Mancha. Péssima cozinheira, ótima de apetite. Já fez muitas coisas legais na vida, mas nada tão legal quanto o Benjamin e o Tom, os filhos. Por causa deles, pensa a maternidade meio que o tempo todo. Essa inquieta adora viajar e tem medo de galinha – menos no prato.

Comentários no Facebook